NEWS!

Conheça um lugar na Terra com ausência de vida

Conheça um lugar na Terra com ausência de vida

Que o Planeta Terra está infestado de vida é algo que normalmente imaginamos, inclusive nos locais menos amenos ou com condições extremas. Entretanto, uma equipe da Espanha e da França conclui ter encontrado o primeiro lugar onde nenhum organismo conhecido consegue sobreviver em nosso Planeta!

Os pesquisadores afirmam ter usado todos os métodos científicos disponíveis para confirmar a ausência total de vida nos lagos quentes, salinos e hiperácidos do campo geotérmico de Dallol, na Etiópia.

Um lugar sem vida no Planeta Terra

A paisagem estéril de Dallol, localizada na depressão etíope de Danakil, se estende sobre uma cratera vulcânica cheia de sal, onde emanam gases tóxicos, a água ferve em meio à uma intensa atividade hidrotermal e as temperaturas diárias no inverno superam os 45° C.

É um dos ambientes mais severos da Terra, com suas piscinas hipersalinas e hiperácidas.

Além disso, uma equipe da Universidade de Bolonha, na Itália, apontou que certos microrganismos poderiam se desenvolver nesse ambiente multi-extremo (simultaneamente muito quente, salino e ácido), o que levou Barbara Cavalazzi e seus colegas a apresentarem Dallol como um exemplo dos limites que a vida pode suportar, propondo que ele seja um análogo terrestre adequado para o estudo da vida em outros planetas.

Segundo os pesquisadores envolvidos neste estudo, a conclusão de que não há vida nas piscinas infernais de Dallol foi confirmada pelos resultados de todos os vários métodos utilizados, incluindo o sequenciamento genéticos para detectar e classificar microrganismos.

A equipe afirma que isso demonstra a necessidade de múltiplas indicações, de analisar todos os tipos de alternativas e de ser muito prudente com as interpretações, antes de se chegar à conclusões.

Por fim, a equipe de pesquisa reconhece que mesmo em Dallol, estas “piscinas” completamente estéreis se alternam com outras contendo condições biofísicas “ligeiramente melhores” e que podem permitir a presença de arqueias e outros microrganismos, como os extremófilos, o que indica que menos prudente será indicar um corpo celeste como totalmente sem vida com base em amostragens de poucos locais.

_______________________________________________________________________________

Referências: Inovação Tecnológia e Artigo: Hyperdiverse archaea near life limits at the polyextreme geothermal Dallol. Nature Ecology & Evolution. Vol.: 3, Pages 1552-1561. DOI: 10.1038/s41559-019-1005-0

Se você gostou, não deixe de participar através de sugestões, críticas e/ou dúvidas. Aproveitem para assinar o Blog, curtir a Página no Facebook, interagir no Grupo do Facebook, além de acompanhar publicações e ficar por dentro do Projeto Universo NERD, de sorteios, concursos e demais promoções.

Tags:
Reinaldo Vargas

Professor, Colunista do Arena Xbox e XPGG, Idealizador do http://UniversoNERD.Net e Streamer do #TeamSparkers na MIXER. Curte Games, Tech e Ciência.. Um Xbox Gamer, Insider e Preview, adora a Bethesda e a Rock Star e ama produzir conteúdo. Gamertag: reavargas

Postar um comentário