NEWS!

O Mistério Do Fogo: Uma Fixação Sem Explicação

O Mistério Do Fogo: Uma Fixação Sem Explicação

Olá, queridos leitores! Hoje vamos falar sobre um tema que não só intriga muitas pessoas, como é o objeto de muitos estudos até hoje: o mistério da fixação humana pelo fogo. O assunto, além de interessante, no decorrer do desenvolvimento da humanidade, instigou filósofos, cientistas e artistas a buscar explicações que justifiquem sua origem. Vamos conhecer um pouquinho sobre o assunto?

Desde os tempos mais remotos, o fogo deixou a humanidade fascinada por sua descoberta: por que acontecia? Qual efeito provocava nas pessoas? Quais seriam suas utilidades e riscos oferecidos? Qual o fascínio psicológico exercia sobre os homens?

Em primeiro lugar… O que é o fogo?

O propósito deste artigo não é falar sobre o conceito de fogo e nem de sua parte científica. Mas, sim, da relação entre o homem e sua descoberta. Porém, vou dar uma breve pincelada em seu conceito, para podermos compreender melhor a simbologia desse elemento para a humanidade.

Fogo é um fenômeno que ocorre na reação química de combustão. Podemos dizer que se trata da rápida oxidação de algum material o qual serve de combustível (papel, gasolina, madeira, entre outros), liberando calor e produtos de uma reação, como dióxido de carbono e água.

As chamas do fogo podem atingir por volta de 800 °C na madeira e 1200 °C na boca de um fogão. Ou seja, temperaturas altíssimas, podendo causar sérios danos, caso haja contato com nossa pele, por exemplo. Além disso, dependendo do material queimado, as chamas podem ter cores diferentes, como no caso da madeira, que devido à presença de potássio, pode gerar labaredas da cor violeta.

Dado o devido conceito de um elemento tão poderoso, vamos conhecer um pouco sobre sua Simbologia, tão forte e marcante quanto sua apresentação física na natureza.

A Simbologia

Podemos dizer que a origem do conceito de sociedade, como conhecemos hoje, começou a ser formado a partir do momento em que o homem descobriu e passou a dominar o fogo. Antes disso, o homem vivia de modo similar às outras espécies animais, com uma capacidade de comunicação e organização pouco desenvolvida.

Figura 1 - O Mistério Do Fogo: Uma Fixação Sem Explicação

Antes da descoberta desse elemento, o homem utilizava-o apenas quando ocorriam fenômenos naturais que o provocavam: queimadas, causadas por raios, por exemplo. Por isso, o domínio do fogo possibilitou diversas mudanças em hábitos de vida: permitiu o preparo de alimentos e bebidas, não havia mais a necessidade de se esconder à noite, servia para afugentar animais e inimigos, começou a ser utilizado na agricultura e pecuária para limpeza da área, passou a ser utilizado na fundição de metais e para aquecimento no geral.

Muito além disso, o fogo passou a ter um valor simbólico para as diversas culturas e povos. Desde os primórdios, o homem tem uma relação intrínseca com o fogo. Um animal, assustado com o fogo, foge dele. O homem, assustado com o fogo, se aproxima, como se houvesse um ímã entre eles, uma ligação quase de irmandade.

Em praticamente todos os povos, o fogo é objeto de culto, no seu significado mais profundo. O homem é o único ser capaz de se apropriar do fogo e o dominar, mas não totalmente. O fogo simboliza o Sol, como Ser Supremo.

Na verdade, se pararmos por um instante para uma observação, o fogo é o centro de muitas situações, por exemplo: a festa de São João, onde a famosa Quadrilha é dançada em volta da fogueira. A lareira, presente em muitos lares durante muitos anos e um costume ainda presente hoje, em muitos povos, é o símbolo da união familiar e entre amigos. Ao redor dela, os antigos contavam muitas histórias. Podemos concluir, então, que o fogo é um elemento de centralização muito poderoso.

Desde a antiguidade, o fogo foi venerado. Para os gregos e persas, Apolo é um deus venerado pela origem da luz e do fogo, adorado sobre um trípode com uma labareda, onde eram feitos os oráculos. Para os romanos, Vulcano era o deus da forja, do fogo, do incêndio, mas também da família, do lar. Na mitologia, ainda, temos a ave Fênix, que sem o fogo, não pode queimar até as cinzas e ressurgir.

Figura 2 1 - O Mistério Do Fogo: Uma Fixação Sem Explicação

A verdade é que o fogo, enquanto elemento, é símbolo de purificação e regeneração, ao mesmo tempo que é um elemento poderoso que fascina aos homens pelo seu poder de consumo, chegando a se tornar hipnótico. Há quem diga que ele representa o estado de purificação pela compreensão, em um plano espiritual. Outros, que seu fascínio é por pura ambição e sensação de poder. E você, o que acha?

Até a próxima!

_________________________________________________________________________

Se você gostou deste artigo, não deixe de participar através de sugestões, críticas e/ou dúvidas. Aproveitem para assinar o Blog, curtir a Página no Facebook, interagir no Grupo do Facebook, além de acompanhar publicações e ficar por dentro do Projeto Universo NERD, de sorteios, concursos e demais promoções.

< x >

Tags:
Paula Souza

É Editora e Autora do UniversoNERD.Net, Professora de Língua Portuguesa e Inglesa, amante de leitura e Literatura, além de gamer nas horas vagas.