NEWS!

Você Sabe O Que É Clinomania?

Você Sabe O Que É Clinomania?

Olá, queridos leitores. Hoje vou trazer uma curiosidade a vocês: um distúrbio que atinge muitas pessoas, muitos de vocês já devem ter ouvido falar a respeito e, talvez, alguns até tenham achado engraçado: a Clinomania. Sabem o que é? Não? Então, vamos descobrir!

Com certeza, você já ouviu alguém falar assim: “Nossa, fulano é preguiçoso… só quer saber de ficar na cama….”. Não ouviu? Pois é! Nem sempre isso se deve ao fato de o indivíduo ser preguiçoso, ou dorminhoco. Na verdade, pode ser indícios de um indivíduo clinomaníaco.

A definição etimológica da palavra Clinomania é: clino (do grego klínein, significa repouso, leito ou algo que dê a ideia de inclinação) e mania (pela origem grega, manía; pela origem latina, mania, significa hábito estranho, vontade descontrolada, obsessão.) Logo, podemos dizer que Clinomania é uma obsessão pelo sono, por dormir ou por permanecer em repouso. O clinomaníaco não necessariamente sente desejo de dormir o tempo inteiro. Ele pode sentir o desejo de ficar apenas deitado, em repouso.

O que muitas pessoas não sabem é que, normalmente, o distúrbio é confundido com uma depressão, exatamente pela semelhança nos sintomas. Geralmente, a pessoa depressiva, já em um estágio mais avançado, sente o enorme desejo de ficar quieto em um canto, entregue totalmente ao desânimo. Pessoas assim, muitas vezes, não conseguem levantar da cama para completar seus afazeres.

Esse estado vem acompanhado de tristeza profunda, sentimento de solidão, melancolia, fortes dores de cabeça, desespero, crises incontroláveis de choro e assim por diante. O que é preciso diferenciar é que a pessoa depressiva pode se tornar um clinomaníaco, mas o clinomaníaco nem sempre é depressivo.

Para o clinomaníaco, basta estar deitado, pois é o estado em que ele se sentirá mais confortável, ou seja, em repouso. Ele não sentirá tristeza e nem os sintomas da depressão. Também não passara a maior parte do dia em pé ou sentado, trabalhando e cumprindo suas tarefas cotidianas, como a maioria das pessoas.

O indivíduo clinomaníaco sabe que tem que realizar suas tarefas diárias, se anima em planejá-las, mas na hora de executá-las, simplesmente, não tem forças. Segundo especialistas, o cérebro desse indivíduo envia a informação para o corpo de qual posição ele deve estar para se sentir confortável, ou seja, deitado. Aos poucos, a falta de impulsividade toma conta desse indivíduo, a voz se torna baixa, sem expressão e por isso, o clinomaníaco tem a possibilidade de se tornar um indivíduo depressivo.

Ninguém, até hoje, descobriu o que desencadeia a Clinomania. Acredita-se que seja por conta de algum cansaço mental, pelo uso de remédios muito fortes ou por alguma síndrome. Mas, vou repetir, ninguém até hoje descobriu a causa e não existe nenhum estudo a respeito disso, apenas supostas teorias.

Tratamento

O importante, em um primeiro momento, é ser diagnosticado por um profissional, de maneira correta. Diagnóstico positivo, o segundo passo é o tratamento. É recomendado ao indivíduo clinomaníaco: exercícios físicos, associado à medicação e sessões de psicoterapia, acompanhadas de sessões com o psicólogo. Esse conjunto de ações é que vai garantir a melhora do paciente e sucesso do tratamento.

Fatos Curiosos…

  • Descobriu-se, através das estatísticas, que pelo menos 70% das pessoas no mundo, já experimentaram a Clinomania, pelo menos uma vez na vida.
  • A Clinomania afeta mais as mulheres, na faixa de 20 a 40 anos de idade, do que os homens. Isso devido às alterações hormonais do corpo. Não quer dizer que não possa acontecer em outras faixas etárias.
  • A terceira idade é bem propensa a sofrer com esse distúrbio, já que são poucas suas ocupações diárias.

Espero que tenham gostado! Até a próxima!

_________________________________________________________________________

Bibliografia: Cunha, A. G. Dicionário Etimológico Nova Fronteira da Língua Portuguesa. Nova Fronteira, 1994.

Se você gostou deste artigo, não deixe de participar através de sugestões, críticas e/ou dúvidas. Aproveitem para assinar o Blog, curtir a Página no Facebook, interagir no Grupo do Facebook, além de acompanhar publicações e ficar por dentro do Projeto Universo NERD, de sorteios, concursos e demais promoções.

< x >

Tags:
Paula Souza

É Editora e Autora do UniversoNERD.Net, Professora de Língua Portuguesa e Inglesa, amante de leitura e Literatura, além de gamer nas horas vagas.