NEWS!

TWD: A Temporada Final – Episódio 3

TWD: A Temporada Final – Episódio 3

A grande ironia de um game sobre o apocalipse zumbi “morrer só para ser ressuscitado depois” não deve ser desejada por ninguém, nem deve o fato de que The Walking Dead: The Final Season retorna com uma história que é muito sobre a humanidade presente nos cadáveres errantes vagando pela Terra. É, com certeza, um game triste na questão de desgaste, com um final infeliz, mas cheio de propósito. Vou ficar com saudades!

Sobre o Episódio 3, Brinquedos Quebrados!

O terceiro episodio, Broken Toys (ou Brinquedos Quebrados) pega as coisas logo após a batalha insana do episódio 2, onde Lilly e seus subordinados levaram algumas crianças do Internato Ericson como reféns para serem negociadas e treinadas como crianças-soldado. Clementine tem em Abel, o andarilho sujo que tem atormentado ela e A.J. desde o episódio 1, a única chance de recuperar seus novos amigos. O interrogatório de Abel é o mais próximo que o episódio chega ao território familiar. Clementine tem que andar numa linha cuidadosa entre se apresentar como uma séria ameaça e dar o melhor exemplo possível para A.J.

Por meio dos traços de caráter distintos de Abel, esse episódio é mais introspectivo e pensativo do que a série tem sido há algum tempo. De fato, Abel não tem medo de morrer; mas tem medo de se transformar em uma razão que finalmente define a Broken Toys como um penúltimo ponto de virada e a provável configuração para o final da série da Telltale: a ideia de que ainda existe algo humano nos caminhantes (errantes).

Mas para James, introduzido no episódio 2, é também uma razão para mostrar misericórdia e pena dos zumbis. Naturalmente, o game oferece muita margem de manobra para considerar ou descartar essa possibilidade fora de controle. A prova de James, afinal, é tênue, apresentada em um momento estranhamente comovente, onde Clementine deve andar entre os errantes com sua máscara feita de pele zumbi.

O roteiro do episódio, creditado a Lauren Mee e Mark Darin, faz um trabalho poderoso com os principais personagens.

The Walking Dead The Final Season Clementine - TWD: A Temporada Final - Episódio 3

Este é o episódio em que o tema da série inteira começa a tomar forma, mostra uma geração mais velha, cheia de medo e ganância perpétua. Os rancores e inimizades do mundo antes dos “Walkers” não parecem se aplicar a essas crianças, ou, na verdade, a qualquer uma das crianças que crescem sabendo pouco ou nada. De fato, essa abordagem foi também realizada em New Frontier, e na 2ª temporada, com a personagem Sarah.

O episodio mostra jovens cantando. se abraçando. simplesmente seguindo em frente. Juntos, é uma coisa poderosa e apresentada em contraste com o que as pessoas de Lilly estão passando no rio, repassando as mesmas velhas brigas que Clementine presenciou durante quase toda a vida. Ela encontrou o lar e a paz com sua própria geração, que nada mais sabe além da morte.

No entanto, isso ainda significa um inferno de uma luta para protegê-lo, e a segunda metade do episódio é uma descida de volta à escuridão. Todas as habilidades adquiridas nos episódios anteriores vêm para o ataque ao barco da Lilly. Este é o episódio em que o tema da série inteira começa a tomar forma!

The Walking Dead The Final Season Clementine e James - TWD: A Temporada Final - Episódio 3

Quanto ao trecho final, não seria The Walking Dead sem coisas caindo aos pedaços para os sobreviventes de forma horrível, e Broken Toys salva o pior para o final. Os últimos 20 a 30 minutos estão cheios de mutilações horripilantes e um momento em que Clementine deve decidir o destino da alma de AJ mais rápido e com mais urgência do que qualquer coisa apresentada na série anterior.

Está tudo pronto para um final que, se tudo correr como planejado, chega dois meses após este, e finalmente traz TWD para o lugar que merece. Mas, apesar do sangue e do bombardeio que encerram o episódio, há outro momento que mostra a luz no final deste túnel sombrio: uma seqüência de sonhos, com Clementine “piscando” de volta para a garotinha que sentou com Lee em um trem na 1ª temporada.

E ainda, espertamente, este fantasma de Lee não é trabalhado como algum pai mágico onisciente que diz a Clementine exatamente o que ela quer ouvir. Somos forçados a lembrar que Lee estava inventando isso enquanto ele prosseguia, que seu caminho para ser a pessoa que Clementine precisa era pavimentado por seus e por procuração, seus próprios erros. O final é impactante!

Mas em Broken Toys, a voz pode ser a de uma menininha, mas as palavras são de uma mulher.

Por fim, havia amor, esperança, e pela primeira vez nesta série, Clementine está pronta para encarar o futuro incerto e, junto de outras pessoas, buscar um lugar e um propósito como nunca antes.

Para terminar, vamos conferir o trailer de lançamento:

O que quer que aguarde Clementine no final desta estrada, só o quarto e último episódio irá dizer em 28 de Março. O game está disponível para Xbox One, PlayStation 4, Nintendo Switch e Microsoft Windows.

______________________________________________________________________________

Se você gostou deste artigo, não deixe de participar através de sugestões, críticas e/ou dúvidas. Aproveitem para assinar o Blog, curtir a Página no Facebook, interagir no Grupo do Facebook, além de acompanhar publicações e ficar por dentro do Projeto Universo NERD, de sorteios, concursos e demais promoções.


Tags:
Reinaldo Vargas

Professor, Colunista do Arena Xbox e XPGG, Idealizador do http://UniversoNERD.Net e Streamer do #TeamSparkers na MIXER. Curte Games, Tech e Ciência.. Um Xbox Gamer, Insider e Preview, adora a Bethesda e a Rock Star e ama produzir conteúdo. Gamertag: reavargas

Postar um comentário