NEWS!

Os Games Mais Desafiadores do Século XX

Os Games Mais Desafiadores do Século XX

Saudações, meus caros nerds de plantão! Tudo bem convosco? Acompanhando o Youtube essa semana, pude perceber uma grande evidência da consolidação da moda de retrô games: o gigantesco número de transmissões de lives de jogos antigos, dos mais variados sistemas e tipos.

A onda realmente pegou! Graças aos emuladores, relançamento de consoles, o crescimento do comércio de venda e troca de games e acessórios usados, jovens jogadores estão tendo a oportunidade de descobrir o prazer de enfrentar os grandes desafios proporcionados pelos jogos da geração dos videogames de 8 e 16 bits.

Isso me deu a ideia de trazer a vocês uma lista dos jogos antigos mais desafiadores. Mas não no formato de rank, criado a partir de minha opinião e experiência pessoal, pois isso já se encontra facilmente e aos montes por aí. O que fiz, foi olhar diversas listas de “top x” como esses ranks, especialmente de sites especializados e canais do Youtube e Twitch TV, e separar os dez jogos mais recorrentes que foram lançados ainda no século passado.

Achei desnecessário classificá-los. Afinal, todos eles são REALMENTE muito difíceis de serem “zerados”. Já tive o (des)prazer de jogar alguns deles. Após muita persistência e autocontrole, desliguei meu console (ou computador, no caso de emulação) e desisti!

Achou graça agora, não é, meu amigo nerd? Dê uma olhadinha na lista e nos vídeos de gameplay, que aliás, enganam bastante, pois fazem os jogos parecerem fáceis, tendo em vista que são de jogatinas de jogadores extremamente habilidosos. Escolha qualquer um deles e tente a sorte! Vamos ver se achará tanta graça assim quando a Dona Frustração vier lhe visitar!

Super Mario Bros: The Lost Levels

super mario - Os Games Mais Desafiadores do Século XX

Lançado em 1986 para o console Famicom, Super Mario Bros: The Lost Levels (ou Super Mario Bros 2, como ficou conhecido no Japão) segue o mesmo estilo de jogo de plataforma da mais famosa franquia da Nintendo. Entretanto, a desenvolvedora foi extremamente cruel na pitada de dificuldade que incorporou ao jogo. Além do jogador necessitar de muito mais habilidade para vencer os obstáculos e eliminar os inimigos, os cogumelos em The Lost Levels, que antes serviam para ajudar o jogador, agora podem ser venenosos e causar dano. Um detalhe: não há como descobrir a diferença entre os normais! Além disso, os antigos Warp Zones que levavam à fases mais avançadas, podem ser armadilhas que te fazem retornar à fases anteriores. O jogo causou tanta frustração no Oriente que a Nintendo americana nem ousou lançá-lo no Ocidente!

Hagane: The Final Conflict

hagane 1024x746 - Os Games Mais Desafiadores do Século XX

Se for corajoso suficientemente, nesse jogo você controlará Hagane, um ciborgue ninja que tenta destruir uma facção criminosa adversária. O jogo segue o estilo plataforma/ação, onde, em um cenário futurista, deverá vencer uma infinidade de inimigos valendo-se de diversas armas, movimentos, magias e ataques especiais. Lançado em 1994 para o Super Nintendo, a dificuldade extrema do jogo se deve ao fato do jogador morrer com apenas três hits. Tendo em vista a quantidade exagerada de inimigos que brotam na tela, isso é praticamente inevitável, ainda mais tendo você que executar saltos calculados e ainda ter que desviar dos projéteis que eles atiram! Para completar o pacote, pelas fases serem curtas, o jogo praticamente não tem check point; ou seja: morrer significar retornar ao início da fase! Outro detalhezinho: também não é possível salvar seu progresso. Quer zerá-lo? Terá que fazê-lo sem desligar o console e antes de seus “continues” acabarem!

Castlevania

castlevania - Os Games Mais Desafiadores do Século XX

Desenvolvido em 1986 pela Konami, Castlevania (franquia conhecida no Japão como Akumajō Dracula) é mais um dos dificílimos jogos de plataforma do Nintendinho. Controlando o famoso caçador de vampiros, Simon Belmont, você deverá dar um fim a Drácula, que despertara de seu sono. A dificuldade do jogo se deve à necessidade de explorar os gigantescos cenários para poder avançar de níveis, devendo, para isso, enfrentar inimigos muito chatos (a Medusa é o pior deles!) numa jogabilidade nada amigável. Dado a imprecisão nos controles, é muito comum errar saltos (principalmente nas escadas) e ataques. Isso te fará morrer MUITAS vezes, se frustrar e abandonar o game. Ainda quer tentar a sorte?

Shadow of The Beast

shadow - Os Games Mais Desafiadores do Século XX

Lançado originalmente para o Amiga em 1989, Shadow of The Best ficou famoso graças à sua versão feita para o Mega Drive. No jogo você controla Aarbron, um ser monstruoso que outrora fora humano. Quando criança, foi sequestrado por Maletoth, o Lorde das Bestas, e transformado na sua atual forma por intermédio de magia, a fim de servir de guerreiro ao poderoso demônio. E sabe por que o jogo é difícil? “Só” porque você tem uma ÚNICA vida, medida em 12 pontinhos de energia, sem NENHUM continue! Evidentemente, um salto errado ou desatenção para armadilhas que passem desapercebidas, causam morte instantânea. Além disso, um erro de programação na taxa de atualização da versão americana faz o jogo ser 16,7% mais rápido. Parece pouco, mas isso faz com que você cometa erros de cálculo, pois sua percepção de ação será enganada pela movimentação dos inimigos. Difícil e injusto! Passo longe!

Mega Man

megaman - Os Games Mais Desafiadores do Século XX

Chamado de Rockman no Japão, Mega Man é o primeiro jogo de uma franquia cuja a alta dificuldade sempre foi uma característica. Lançado no final de 1987, trouxe a novidade de ser um dos primeiros jogos não-lineares por possibilitar a escolha das seis fases iniciais por qual se quer começar e prosseguir. Os comandos nem tão precisos te fazem errar muitos saltos, o que, deveras, é fatal. Há muitos inimigos na tela, atirando, ao mesmo tempo, uma quantidade gigantesca de projéteis. É praticamente impossível desviar deles e acertar os pulos. Ao final de cada fase, você enfrenta um boss, representado por robôs. Acaso vença (o que você, nessas alturas, já deve imaginar que é um feito incrível!), recebe a arma utilizada pelo chefão para usar na outra fase que optar em jogar. Conseguindo vencer os seis bosses, abrirá o último estágio: o castelo do Dr. Wily. Nele, deverá passar por mais QUATRO estágio, com NOVOS chefes, além dos outros SEIS que já havia enfrentado. Parece até brincadeira, não é mesmo, caro nerd?

Battletoads in Battlemaniacs

battletoads - Os Games Mais Desafiadores do Século XX

Surgido no Nintendinho, quando o game portou para o seu irmão maior, o Super Nintendo, trouxe consigo toda a dificuldade do original, elevando-a a um nível extremo! Tidos por muitos como “o jogo mais difícil de todos os tempos”, Battletoads in Battlemaniacs é um exagero a parte. A insanidade da dificuldade fica por conta da infindável quantidade de armadilhas presentes nas fases. Por mais que você tente, não conseguirá decorá-las e sempre cairá nelas! Desistir é sua melhor opção antes de esmagar seu controle ou quebrar seu console ao meio após uma explosão de raiva! Como se fosse possível, a dificuldade é ainda pior caso queira jogar em dois players. A fase em que os protagonistas, Pimple e Rash, pilotam uma moto, dispensa apresentações. Aviso: fique longe desse jogo!

Contra

contra - Os Games Mais Desafiadores do Século XX

Lançada originalmente para os fliperamas, a franquia ficou famosa quando foi portada para o Nintendinho em 1987. Também reconhecida como sinônimo de dificuldade, seu primeiro jogo para console é considerado o mais complicado de ser zerado. O jogo segue o estilo run and gun, onde você optará por controlar Bill Rizer ou Lance Bean contra um exército alienígena que planeja dominar o planeta Terra. A quantidade de inimigos (bastante ágeis por sinal) e dos projéteis atirados por eles é insana! E você deve enfrentá-los em oito níveis diferentes, valendo-se apenas de TRÊS vidas que, para que sejam perdidas, basta que um inimigo encoste em seu personagem ou que um tiro lhe acerte. Mesmo com um cheat que adiciona outras 27 vidas, terminar Contra é para poucos! Acho que esse não é o seu caso, jovem nerd.

Eternal Champions

eternal champion - Os Games Mais Desafiadores do Século XX

O único representante do estilo de jogos de luta da lista, Eternal Champions foi lançado em 1993 para o Sega Genesis no afã que conseguisse o mesmo sucesso de games como Street Fighter e Mortal Kombat. O forte do jogo fica por conta de sua história e dos conceitos dos personagens, que veem do presente, passado e futuro. São muitos estilos de luta e estratégias diferentes. Cada personagem é único, fazendo com que o clichê passe bem longe! No modo principal, após enfrentar o terceiro adversário, a dificuldade vai crescendo de forma considerável. O número de continues é limitado, então, todo cuidado é pouco! Com sorte, chegará no chefão final e entenderá o porquê do game estar nesta seleção. O boss do game, uma entidade denominada de Eternal Champion, é o grande responsável por fazer a maioria dos jogadores que ousam tentar zerar Eternal Champions abandonarem o jogo deprimidos e estressados. Você precisa vencer apenas um round. Pena que seu personagem tem apenas uma barra de vida, enquanto ele tem NOVE! Toda vez que você consegue zerar uma dessas barras, recupera cerca de 5% de seu HP. Por sua vez, ele assume uma de suas CINCO formas de combate, sendo que cada uma possui uma infinidade particular de golpes. Simplesmente, tu não conseguirás decorar as poucas brechas que ele dá. Pra botar uma cereja em cima do bolo, lembra dos continues limitados? Pois é! Só não vale para o chefão! Mesmo que chegue sem utilizar nenhum deles, perdeu para Eternal Champion, é GAME OVER! Assustador, não é mesmo?

Ninja Gaiden

ninja gaiden - Os Games Mais Desafiadores do Século XX

Em 1988, estreava o primeiro jogo da franquia, primeiramente nos arcades e, posteriormente e no mesmo ano, no Nintendo Entertainment System (NES ou Nintendinho, como o chamei até aqui). Mesmo com a grande concorrência da época, recebeu o prêmio de melhor gráfico, som, personagem e desafio. É importante ressaltar que foi o pioneiro em introduzir cutscenes nas transições de fases. No game, você controla o famosíssimo Ryu Hayabusa, um ninja que busca vingança pela morte do pai, envolvido numa trama de ordem mundial. No total, são seis longas fases, sem direito a check points. Pelo HP de Ryu ser representado por uma barra de energia, ele não morre simplesmente por ser tocado pelos inimigos. Porém, os adversários, sempre em gangue, facilmente são capazes de esgotar essa barra na base da pancada! São extremamente apelativos! O que mais dificulta a progressão no jogo são os saltos e as escaladas. Devido a inimigos que voam e lugares imensamente difíceis de serem alcançados, facilmente você erra, cai e morre! Muitos itens estão em lugares assim e, na ganância de chegar até eles, morrerás MUITO, a ponto de desistir de tudo! Além disso, corre o risco do item ser pior do que aquele que já está equipado. Alcançou? Quebrou a cápsula onde o item fica? Agora ele é todo seu, não importa se você o quer ou não! É tenso, meus amigos nerds! Seres humanos normais não zeram o primeiro Ninja Gaiden de console!

Super Ghouls’n Ghosts

ghouls - Os Games Mais Desafiadores do Século XX

Essa franquia também surgiu nos fliperamas e nos consoles de 8 bits. Entretanto, foi a versão do Super Nintendo que ficou imortalizada devido sua imensa dificuldade. Lançado em 1991 pela Capcom, o jogo fará com que você controle Arthur, um honorável cavaleiro que deverá resgatar a princesa Prin-Prin, que foi sequestrada pelo Imperador Sardius. A maior parte da dificuldade do jogo deve-se à fragilidade do protagonista: ao ser tocado pelos inimigos, se estiver de armadura, a perderá, ficando apenas de cueca; tocado novamente, perderá uma vida. Como esperado, a quantidade de vidas e continues é limitada. O pulo do personagem também é um problema. Se utilizar o pulo único, beleza. Agora, caso queira dar um pulo-duplo, a direção do segundo é imprevista. Isso te fará morrer inúmeras vezes! O jogador deve sempre buscar por baú, estes, espalhados pelas oito fases. Toda vez que alcança um, sua armadura evolui (desde que você não esteja seminu) e seus golpes se tornam mais fortes. O duro é continuar de armadura, dada a quantidade ASTRONÔMICA de inimigos na tela, que dão respaw sem parar! Ao passar a sétima fase, acreditas que estás perto de zerar o jogo? Não senhor, caro nerd! Quando vencer Astatoth e Nebiroth, os dois subcomandantes do Imperador Sardius, só então a bendita princesa lhe avisará que pra derrotar o vilão principal, necessitará estar portando o Bracelete da Deus, que ela fez o favor de abandonar no meio do caminho enquanto era levada ao palácio do imperador! É isso mesmo, meu desesperado nerd:

Deverá passar novamente todas as sete fases, agora, ainda mais difíceis!

Procurar o bracelete é bem penoso também. Precisará encontrar baús o suficiente para evoluir sua armadura e escudo ao máximo (cor dourada). Só depois disso conseguirá encontrá-lo. De posse do bracelete, acaso consiga passar novamente as sete fases, poderá finalmente enfrentar o boss final. Uma moleza, não acham? É simplesmente desumano!

Por hoje é isso, meus adorados amigos nerds! Caso queiram se desafiar, recomendo que deem uma olhada nesse meu post que fala sobre emuladores. Lá, conseguirão informações de como conseguir jogar esses jogos que citei por aqui. Só não diga que avisei que a sanidade de vocês estaria em jogo acaso tentem!

Abraços e até breve!

________________________________________________________________________________

Se você gostou deste artigo, não deixe de participar através de sugestões, críticas e/ou dúvidas. Aproveitem para assinar o Blog, curtir a Página no Facebook, interagir no Grupo do Facebook, além de acompanhar publicações e ficar por dentro do Projeto Universo NERD, de sorteios, concursos e demais promoções.

Tags:
Lukas Melo

É Editor e Autor do UniversoNERD.Net. Profissional da área de EaD, aficionado por RPG, hardware e cinema. Porém, não nega outras nerdices.

Postar um comentário