NEWS!

A Amizade Em The Gardens Between

A Amizade Em The Gardens Between

Na onda dos indie games, trago ao UniversoNERD, um divertido e criativo game da The Voxel Agents e que nos faz repensar o valor da amizade, sendo mais importante ainda neste mundo caótico e cada vez mais desumano em que vivemos. O indie The Gardens Between pode ser curto para muitos gamers, mas sua história deve ser vivida pelo menos uma vez para um lindo momento de reflexão.

The Gardens Between é curto, mas com um clima doce!

Um game que pode ser concluído em uma única sessão é uma oportunidade de experimentar uma ideia do início ao fim, sem que fatores externos atrapalhem. Esta é a proposta deste divertido indie game e pode ser uma história comovente que aproveita ao máximo o seu breve tempo de execução chegando ao cerne da questão. É claro que um game de formato curto corre o risco de acabar antes que você esperava, mas acredito que com um ritmo adequado, pode ser o ajuste perfeito para sua diversão.

No caso de The Gardens Between, as interações sinceras que aparecem na tela entre dois amigos em uma aventura sentimental tornam o jogo a definição de curta, mais doce.

O game começa com uma noite escura e tempestuosa, quando, como por algum tipo de mágica, os dois amigos são puxados para um mundo estranho, enquanto se escondem da chuva em sua aconchegante casa na árvore. Eles literalmente se materializam em um planeta dominado pela água, onde as ilhas que navegam usando suas casas na árvore transformaram-se em manifestações de suas memórias, recriadas com objetos do mundo real. Alguns desses objetos funcionam como estruturas e obstáculos imaginários e outros como mecanismos utilizados para resolver os enigmas da história.

O objetivo em cada ilha é chegar ao final de um caminho e entregar um orbe de luz, um processo que solidifica as memórias dos amigos como constelações no céu noturno.

The Gardens Between 1 - A Amizade Em The Gardens Between

Embora você possa influenciar as ações de cada personagem, não controla diretamente os movimento. Ao invés de movê-los para frente e para trás, pode apenas mudar o tempo para frente e para trás, e os personagens percorrem um caminho. Cada um deles possui uma habilidade distinta, sendo um que pode carregar uma lâmpada para transportar esferas de luz e o outro ativar interruptores que reconfiguram elementos relacionados a quebra-cabeças (puzzles) no ambiente.

Os quebra-cabeças ambientais variam de simples cenários de causa e efeito a headscratchers que exigem o uso do dreamlogic. Em praticamente todos os casos, as sugestões necessárias estão bem diante de seus olhos, sendo que mudar o tempo de um lado para o outro e prestar muita atenção na maneira como as coisas mudam, é tudo que você precisa saber para deduzir uma solução.

O truque é geralmente manipular objetos que estão livres do tempo em conjunto com encontrar o momento certo neste tempo para deixá-los soltos.

Sem esses quebra-cabeças, o game “lutaria” para durar uma hora, mas apesar de serem modestamente desafiadores de alguma forma não são obstáculos para avançar na história. Não há outro contexto para sua existência, além de serem oportunidades para dois amigos cooperarem, mas as minúsculas doses de narrativa no final de cada ilha refletem os objetos na cena, em vez dos esforços usados ​​para atravessá-la.

Na verdade, os quebra-cabeças dão significado para a jornada dos dois personagens e de certa forma, fazem com que a percepção de cada memória tenha sentido, mas ficam de lado quando os “holofotes” se concentram nos dois adolescentes.

The Gardens Between 3 - A Amizade Em The Gardens Between

Embora o mundo em que se aventuram seja repleto de toques criativos e pequenos momentos mágicos, os personagens possuem momentos únicos. Do jeito que sutilmente espreitam um ao outro enquanto cruzam caminhos, os gestos adoráveis ​​que usam para apontar objetos úteis à distância, a linguagem corporal os leva à uma ligação especial. De fato, os dois personagens dizem muito sem nunca pronunciar uma palavra. São bonitinhos e peculiares, adoráveis e antes que você perceba, “cairá de ponta-cabeça” em seu mundo único e divertido, onde verá formação de uma memória nova e inesquecível ao final da jornada.

Para um jogador acostumado com indie games, pode demorar cerca de duas a três horas para ver tudo o que o The Gardens Between tem a oferecer.

Os rostos expressivos dos dois adolescentes e as memórias que compartilham retratam quem já teve um amigo íntimo de infância e embora os quebra-cabeças não sejam tão engenhosos ou exigentes, ainda dão mais tempo para você se divertir, em um mundo nostálgico e comovente, onde a amizade é tudo que importa.

Confira o trailer para ter uma melhor ideia deste bonito game:

x

The Gardens Between está disponível para Nintendo Switch, PlayStation 4, Steam e Mac App Store.

_________________________________________________________________________

Se você gostou deste artigo, não deixe de participar através de sugestões, críticas e/ou dúvidas. Aproveitem para assinar o Blog, curtir a Página no Facebook, interagir no Grupo do Facebook, além de acompanhar publicações e ficar por dentro do Projeto Universo NERD, de sorteios, concursos e demais promoções.

< x >

Tags:
Reinaldo Vargas

É Idealizador e Autor do UniversoNERD.Net. Gamer desde o Atari 2600, Streamer, Blogueiro e Professor Universitário de profissão e paixão. Sempre informado sobre games, tecnologia, ciência e ensino. Um Xbox Gamer, Insider e Preview, adora a Bethesda e a Rock Star e ama produzir conteúdo. Gamertag: reavargas