NEWS!

O Misterioso The Suicide Of Rachel Foster

O Misterioso The Suicide Of Rachel Foster

Como imaginamos pelo título, The Suicide Of Rachel Foster garante que você saiba que é sobre um grande problema que envolve o tema suicídio. Como é um tema polêmico e importante para a sociedade, existem maneiras sensatas de enviar avisos de conteúdo, e uma sinalização de game de que é um negócio extremamente sério em enormes letras brancas em um fundo preto geralmente significa que, na realidade, o conteúdo é bastante curioso e esquisito ao mesmo tempo.

Eu teria dito isso sobre The Suicide Of Rachel Foster também, pelo menos com base na maior parte da experiência. É um mistério bastante decente para explorar em primeira pessoa nas linhas de Firewatch ou Gone Home, mas, não tão bom no contexto geral quanto qualquer um deles.

Então, a história sai dos trilhos e o aviso de conteúdo se mostra necessário. Não de um jeito bom!

Imagem inicial - O Misterioso The Suicide Of Rachel Foster

Um pouco sobre The Suicide Of Rachel Foster

O ano é 1993! Você joga como Nicole, uma mulher adulta que agora está voltando para o Timberline, um antigo hotel na montanha que pertenceu aos pais dela, Claire e Leonard. Eles dirigiam o hotel e moravam lá com a adolescente Nicole, enquanto Leonard dava aulas particulares à garota local Rachel Foster, e segundo todos os relatos foi um projeto muito bem-sucedido. Entretanto, dez anos antes dos acontecimentos do game, Nicole e sua mãe partiram repentinamente e nunca mais voltaram, depois que se descobriu que Leonard estava tendo um caso com Rachel, de 16 anos. Preparado para o mistério?

Pouco tempo depois, Rachel desapareceu e foi encontrada alguns dias após no sopé de um penhasco, com uma nota indicando que ela havia tirado a própria vida. Parece que ela provavelmente morreu no mesmo dia em que Claire e Nicole partiram. Parece que existe algo suspeito sobre a morte de Rachel. Nicole, de volta à Timberline planeja vendê-lo após a morte de seus pais, e acaba investigando esse caso misterioso enquanto fica presa lá por alguns dias durante uma tempestade de neve.

Ela não está totalmente isolada e tem um celular que permite falar com Irving, um agente estacionado nas proximidades. Ele está curioso com a situação, por razões que você descobrirá.

Imagem 2 - O Misterioso The Suicide Of Rachel Foster

Para quem me conhece mais de perto, sabe que curto games que tratam do tema mistério em que eu ando em torno de um prédio vazio cheio de histórias amáveis ​​e curiosas. The Suicide Of Rachel Foster é realmente muito bom nisso, pois o apartamento onde o pai de Nicole viveu seus últimos dias em um hotel decadente, por exemplo, está cheio de livros sobre física, as estrelas e o espaço. Mas ao redor da cama dele você encontra livros sobre fantasmas e como falar com os mortos. Podemos inferir que o pensamento de Leonard mudou na última década. E não há uma narração nos dizendo isso; É apenas algo para olhar e tentar entender!

Mas quero deixar bem claro que, neste caso, não é legal o suficiente, no entanto, onde Gone Home o conduz naturalmente através da casa vazia enquanto você descobre coisas novas, The Suicide Of Rachel Foster leva você na marra, em parte porque, embora o Timberline seja uma bela visão de grandeza suavemente estragada é muito maior do que uma casa e em alguns momentos se torna confusa sua exploração. 

E você não se sente em casa em um hotel por definição, mesmo que Nicole se sinta. Você, como jogador, está a um passo da apreensão quando coisas assustadoras começam a acontecer!

Imagem 3 - O Misterioso The Suicide Of Rachel Foster

Existem bolsões isolados no prédio onde você se ocupa com mais frequência, como no apartamento, escritórios e o porão, mas entre eles estão corredores de cômodos vazios que você não pode entrar, o que também pode ser um espaço não útil. Da mesma forma, você encontra ferramentas que têm um propósito específico, como uma câmera Polaroid que você usa quando as luzes se apagam ou um microfone parabólico para rastrear ruídos assustadores. As ferramentas precisam ser usadas na hora certa!

Os dubladores fazem um bom trabalho em deixar os personagens de Nicole e Irving interessantes, o primeiro uma espécie de caricatura de uma mulher instável e independente que não precisa da ajuda de ninguém. O último uma espécie de idiota nervoso extremamente legal. Mas o ritmo do mistério central de toda a trama está totalmente errado. Em vez de provocar, ter uma noção de sua forma e gradualmente descobrir mais fatos, Nicole fica assustada por algumas horas, antes que a revelação real seja descartada.

Cada ferramenta é usada apenas uma vez, em uma peça definida, e quando necessário.

Imagem 4 - O Misterioso The Suicide Of Rachel Foster

O maior problema, na minha opinião, é como The Suicide Of Rachel Foster falha em se envolver de forma significativa com seus temas centrais. O principal pecado de Leonard é que ele traiu sua esposa, e não que ele começou a transar com um jovem de 16 anos a quem estava ensinando. Rachel não é enquadrada como uma provável vítima de abuso, mas como uma jovem trágica e uma amante considerada maluca.

Alguém poderia argumentar tenuamente que isso se deve ao ponto de vista de onde vemos os eventos, e que o game está claramente ciente de como a situação era assustadora. Nicole tem um sonho em que ouve seu pai perguntando se ela sabe o quanto ele a ama. Mas depois disso, não há como discutir as implicações das ações de Leonard; em vez disso, os personagens consideram a situação de Rachel visto que Claire e Nicole estão com ciúmes. Eu sei que momentos atrás eu estava elogiando a narrativa, mas, neste caso, Irving e Nicole acabam ficando na defensiva sobre o relacionamento de Leonard e Rachel. Acaba soando estranho!

O desenlace de tudo isso é um estalo de proporções épicas, mas não irei dar spoilers para quem vai jogar.

Imagem 5editada - O Misterioso The Suicide Of Rachel Foster

No curso para a parte final do game, Nicole se encontra mais sozinha, quase isolada e sendo revelado uma ação forte de Claire por causa do ciúme envolvido ao longo de toda a história. Os acontecimentos agora sugerem que, na verdade, Leonard e Claire fizeram uma coisa muito ruim e Irving saiu na neve por razões extremamente improváveis ​​nas quais não irei entrar em detalhes para não estragar o entendimento.

Bem, caros leitores! O aviso de conteúdo no início é necessário, então. Mas não porque o game discute a questão do suicídio de forma franca ou sensível ou de uma forma significativa, mas porque você pode realmente fazer isso. A cena nem é conquistada pelo que o jogo faz até aquele momento. Simplesmente acontece… Se jogar, por favor, me conte sua opinião a respeito dessa experiência.

Agora é contigo para saber o que realmente aconteceu com todos os detalhes e tentar desvendar este mistério que certa o tema. Uma boa jogatina e espero que tenham uma boa experiência!

The Suicide Of Rachel Foster está disponível para Xbox One, PS4 e Microsoft Windows.

______________________________________________________________________________

Se você gostou, não deixe de participar através de sugestões, críticas e/ou dúvidas. Aproveitem para assinar o Blog, curtir a Página no Facebook, interagir no Grupo do Facebook, além de acompanhar publicações e ficar por dentro do Projeto Universo NERD, de sorteios, concursos e demais promoções.

Tags:
Reinaldo Vargas

Professor, Streamer, Parceiro do Facebook Gaming e ArenaXbox.com.br, Idealizador do UniversoNERD.Net e Xbox Ambassador.

Postar um comentário