NEWS!

Going Under, Uma Abordagem Satírica Para As Startups do Mundo Moderno

Going Under, Uma Abordagem Satírica Para As Startups do Mundo Moderno

O universo de Going Under gira em torno de startups mal concebidas do conhecido Vale do Silício e com um toque mágico. Os níveis deste game combinam arquétipos de masmorras de fantasia com premissas iniciais satíricas. Você passará um tempo se preparando para uma missão em seu local de trabalho, a brilhante e borbulhante sede da Fizzle, antes de mergulhar nas catacumbas em uma tentativa de derrotar vários monstros. A jogabilidade é voltada para a ação e caótica, além de enfatizar a troca frequente de armas e o aproveitamento do lixo que você encontra na masmorra.

Os desenvolvedores Aggro Crab devem ter experimentado os desafios do trabalho de escritório, podendo ser considerados como as masmorras reais dos tempos modernos, e sua abordagem satírica para startups e novas mídias é observada e entregue em uma experiência divertida, mas ao mesmo tempo desonesta.

Um título um tanto sinistro, pois poderia ir a qualquer lugar, mas em Going Under, você interpreta um estagiário não remunerado forçado a limpar as masmorras de um provedor de uber drink.

Going Under Imagem Inicial - Going Under, Uma Abordagem Satírica Para As Startups do Mundo Moderno

Um pouco sobre Going Under

Com cores que se destacam e uma trilha sonora que é como uma bebida energética com a palavra “energizar”, Going Under é um mundo paralelo animado à monotonia de um espaço de escritório real. A menos que você trabalhe no parque temático da Google ou em qualquer outra empresa de tecnologia que tenha poltronas em vez de cadeiras giratórias ou até mesmo de cadeiras que ainda sejam fixas e menos mais desconfortáveis.

Você pode, é claro, olhar sob o capô e dissecar a premissa de como o game identifica a ganância corporativa e como é ser um trabalhador de escritório nos tempos modernos, mas se você for como eu, você quer saber se este jogo é bom e se vale a pena. Uma boa história é o que procuro em todos os games, mas vamos ter algo jogável, divertido e até mesmo diferente, em todas as características de um game.

Se fosse dizer desonesto, isso poderia te desanimar tanto quanto quando leio “pixel art” ou “retro-inspirado”. No entanto, não categorize Going Under como uma moda passageira genérica.
Roguelite Dungeon Crawler é apenas um rótulo para identificar o game, não há muito mais parecido no momento, e eu encorajo você a ler mais algumas análises, assistir a vídeos ou baixar a demo na Steam.

Going Under Imagem 2 - Going Under, Uma Abordagem Satírica Para As Startups do Mundo Moderno
Going Under Imagem 6 - Going Under, Uma Abordagem Satírica Para As Startups do Mundo Moderno

Neste contesto, seu estagiário ruma para as profundezas do trabalho enfadonho corporativo e enfrenta uma espécie de inimigos que ficam infeccionados. À sua disposição estão itens de escritório, de vassouras a cadeiras, e você também pode equipar armas, embora com durabilidade limitada. Sua velocidade em agarrar qualquer coisa não aparafusada lembra a de Jackie Chan solto em um escritório como se fosse um playground de parkour de artes marciais. Interessante e curioso, não é mesmo leitores?

Além das variantes de criaturas fantasiosas e da criatividade do equipamento de escritório, em Going Under você pode ganhar habilidades de pegar artefatos no game ou entre invasões de masmorras, conversar com personagens periféricos, completar uma tarefa para eles e ficar exausto. Agora, aqui está o elemento desonesto: morra e você retorna ao espaço de escritório “estável”, perdendo todas as habilidades e equipamentos. Para ser justo, não é desanimador e tudo parte do charme. O humor é fresco e envolvente, e houve momentos de gargalhadas em uma sala vazia. Um poder cômico que não poderia estar melhor.

Going Under carrega tudo isso com a estética “roxa” do Team17, apesar de não ser interno. Eu, particularmente acredito não ser o único que percebeu isso, mas é interessante!

Going Under Imagem 3 - Going Under, Uma Abordagem Satírica Para As Startups do Mundo Moderno
Going Under Imagem 5 - Going Under, Uma Abordagem Satírica Para As Startups do Mundo Moderno

Pois é, caros leitores… As cores são lindas, os locais são brilhantes e os personagens “ásperos nas bordas” aparecem como se fossem de um livro infantil ilustrado. Mas há algo que não consigo identificar e que silencia a apresentação apenas ligeiramente. Talvez seja a animação, pois houve momentos em que os controles pareciam perdidos, ou talvez alguns inimigos fossem um pouco mais hostis do que deveriam, fazendo com que a dificuldade aumentasse desnecessariamente em alguns lugares. Além disso, as masmorras, embora fossem bonitas e tudo mais, eram bastante limitadas.

A boa notícia é que Going Under tem muito valor de repetição e não apenas por causa das mortes frequentes ou do design da gameplay, pois é muito charmoso. Qualquer pai estará em seu elemento com os trocadilhos e o jogo de palavras, pois a história é, talvez, uma das mais completas do gênero. E no bom e velho estilo roguelite, execute alguns estágios, morra e repita.

Para alguns, a história pode ser uma interrupção, mas se você estiver aberto a um pouco de experimentação que não voltará para assombrá-lo em sua experiência com a campanha política, Going Under pensa fora da caixa e é uma experiência refrescante.

A primeira vista, Going Under parece um ótimo game e, quando você o joga, pode limpar a testa e ficar aliviado por saber que vale a pena a compra. Esteja ciente de que é relativamente curto e que se você é do tipo que pula cenas, a história pode ser mais um incômodo do que a diversão pretendida.

Going Under está disponível para as plataformas Xbox One, PS4, Nintendo Switch e Microsoft Windows.

______________________________________________________________________________

Se você gostou, não deixe de participar através de sugestões, críticas e/ou dúvidas. Aproveitem para assinar o Blog, curtir a Página no Facebook, interagir no Grupo do Facebook, além de acompanhar publicações e ficar por dentro do Projeto Universo NERD, de sorteios, concursos e demais promoções.

Tags:
Reinaldo Vargas

Professor, Streamer, Parceiro do Facebook Gaming e ArenaXbox.com.br, Idealizador do UniversoNERD.Net e Xbox Ambassador.

Postar um comentário