NEWS!

Destroy All Humans – Um Remake Divertido E Que Tenta Resgatar A Nostalgia

Destroy All Humans – Um Remake Divertido E Que Tenta Resgatar A Nostalgia

Muitas pessoas já ouviram falar ou jogaram Destroy All Humans. É um game de tiro em terceira pessoa, desenvolvido pelas empresas Pandemic StudiosBlack Forest Games GmbH, além de ser publicado pela THQ Nordic, originalmente em dia 21 de junho de 2005 para Xbox e PlayStation 2.

É interessante notar dois tipos de histórias de ficção científica que estão mais frequentes na indústria dos games: as que são sombrias e mais pesadas, com temas sobre os fracassos da humanidade, e as que são bregas e parecem o produto de alguém que acha que o espaço é um playground para se divertir. E é nesta segunda opção que Destroy All Humans se enquadra, contendo história e diálogos extravagantes, criando um “parquinho” divertido de destruição e que ainda satisfaz muitos jogadores, mesmo 15 anos após seu primeiro lançamento e mesmo ainda contendo alguns defeitos em sua gameplay. Sim, temos um remake!

Destroy All Humans Imagem 1 1024x576 - Destroy All Humans - Um Remake Divertido E Que Tenta Resgatar A Nostalgia

Sobre o “novo” Destroy All Humans

A história de ficção é ambientada entre os anos 1950 e 1960. Durante as horas de missões de campanha, você irá se divertir com a maioria das piadas e frases ruins, criando uma experiência agradável em geral. A premissa de dois alienígenas dominando completamente os EUA, porque os humanos são extremamente incompetentes, é ridícula demais para se levar a sério, e o game abraça bem esta questão do absurdo.

O trabalho de voz da versão original ajuda a aumentar o nível da diversão, mas o diálogo reutilizado levanta alguns problemas. A qualidade do áudio é um pouco ruim para os padrões modernos e sua baixa fidelidade se destaca quando combinada com os gráficos atualizados e com a jogabilidade melhorada. Os personagens também não possuem muita definição em suas linhas. De qualquer forma, esteja preparado para ouvir sobre os comunistas centenas de vezes antes de terminar a história principal do game

A maioria das cenas e dos diálogos envolvem os protagonistas alienígenas Crypto e Orthopox, ambos com performances bastante marcantes, mesmo que se sintam em desacordo. Crypto é interpretado como um herói de ação de nível C, típico de comédias “pastelão”, com frases ruins que parecem entregues por um ator inexperiente, o que provavelmente é intencional para este tipo de experiência.

As performances conflitantes se desenrolam, na maior parte, recheadas de comédia, mas criam algumas chicotadas tonais sempre que uma ou outra possui um momento mais sério.

Destroy All Humans Imagem 2 1024x576 - Destroy All Humans - Um Remake Divertido E Que Tenta Resgatar A Nostalgia

A campanha principal do game contém várias missões divididas em seis mapas, embora um deles, Turnipseed Farms, seja usado apenas para o tutorial. As missões de campanha consistem em jogabilidade que envolve também ação furtiva, onde são bastante simples, com você assumindo um disfarce humano que precisa ser reabastecido ocasionalmente pelo cérebro, provocando mais ataques a humanos. Além disso, existem obstáculos adicionais, como dispositivos EMP e Majestic Agents, que forçam você a evitar permanecer no intervalo por muito tempo, mas não oferecem muito mais desafios além do “zigue-zague” do objetivo principal.

O restante das missões principais envolve ir alto e, bem, destruir todos os seres humanos que encontrar. E Crypto está armado com quatro armas e psicocinese, que permite zap, desintegrar, sondar e atirar pessoas e alguns objetos e veículos. Uma capacidade de deslocamento satisfatória chamada skate permite que você deslize ao redor do mundo e parece muito fluido. De fato, entrar em um movimento do tipo skate após correr, permitindo que você se mova rapidamente pelo ambiente com uma direção precisa, é bastante divertido. Com isso, você facilmente fará curvas rápidas e irá pular objetos enquanto continua a deslizar. A ação de tiro envolvendo terceira pessoa permite que você se mova e atire dinamicamente.

À medida que inimigos mais poderosos são introduzidos, você também começa a desbloquear mais habilidades e atualizações, o que garante que permaneça mais poderoso que os humanos, mas não a ponto de ser dominado. Os inimigos gritam palavras engraçadas quando são queimados ou arremessados e os veículos sempre explodem quando derrotados, abraçando a fantasia que envolve todo esse poder. À medida que você causa mais destruição, sua notoriedade aumenta, levando à respostas maiores e mais poderosas dos humanos. Causar caos e destruição, sem dúvidas, é a parte mais divertida de todo o game.

Todas as armas têm capacidades variadas de munição e níveis de dano, e a roda de armas permite uma troca fácil, sendo natural utilizar todas as suas ferramentas durante um tiroteio.

Destroy All Humans Imagem 3 1024x576 - Destroy All Humans - Um Remake Divertido E Que Tenta Resgatar A Nostalgia

Com muita ação, suas armas carecem da variedade do arsenal de Crypto, mas destruir os edifícios de uma cidade é satisfatório. Porém, há uma falta de variedade nos inimigos humanos, que são limitados a policiais, soldados, agentes Majestic e agentes Majestic mutantes. Os veículos enfrentam um problema semelhante, pois os únicos veículos ofensivos são os tanques e robôs mecânicos que, como os inimigos humanos, dependem principalmente de armas. Há um número bastante limitado de modelos de personagens e como resultado, faz com que os encontros de combate de outra forma agradáveis pareçam repetitivos.

As missões da campanha também se sentem desconectadas. A maioria delas termina abruptamente quando o objetivo é alcançado, mesmo se você estiver no meio de um tiroteio. Nem todas as missões terminam em uma cena, então você pode simplesmente ser expulso da seleção de missões, o que é uma surpresa desagradável. Cada missão da campanha tem de um a quatro objetivos opcionais, como por exemplo, matar inimigos de uma certa maneira ou destruir veículos específicos. Esses objetivos opcionais adicionam um toque extra aos encontros de combate e, se perdidos, podem ser facilmente reproduzidos. 

O game possui três chefes principais, que incrivelmente são contra o espírito de carnificina dominante na gameplay. Cada um destes chefes possuem uma grande barra de saúde que precisa ser drenada três vezes para ser derrotada. Nenhuma das lutas também é particularmente desafiadora, pois cada chefe tem apenas alguns ataques, todos fortemente telegrafados e facilmente esquiváveis, o que torna esses encontros tediosos à medida que você vai repetindo e avançando na história.

A maioria das missões de campanha não são únicas o suficiente do resto do game para justificar uma segundo tentativa. Será que consigo jogar novamente com as mesma diversão?

Destroy All Humans Imagem 4 1024x576 - Destroy All Humans - Um Remake Divertido E Que Tenta Resgatar A Nostalgia

Depois de jogar as missões disponíveis em cada área, você desbloqueia a capacidade de andar livremente pelos mapas, permitindo retornar para completar alguns desafios. Existem quatro tipos de desafios: Armageddon, Race, Abduction e Rampage. Todos são agradáveis à sua maneira, com Rampage e Armageddon incumbindo-o de trazer destruição ao solo ou à área usando o disco voador de Crypto. Parte da ação exige que você jogue objetos ou pessoas específicas em um raio de abdução, o que resulta em risadas e diversão..

Nenhum dos desafios é muito difícil, especialmente quando você tem a maioria das atualizações desbloqueadas, o que alimenta a fantasia que envolve seres superiores aniquilando a raça humana. Com 24 desafios no total, o game oferece o suficiente para experimentar o caos sem sentir vontade de terminar.

De fato, as missões furtivas são rudimentares, as lutas contra chefes podem ser tornar tediosas e alguns trabalhos de áudio ruins não permitem que você esqueça que este é um jogo de 15 anos atrás. No entanto, seu ciclo principal de causar destruição e caos, destruindo humanos e cidades, ainda parece satisfatório e uma nova “camada de tinta” e controles atualizados definitivamente tornam este remake agradável de se jogar.

Muitos desafios envolvem o uso de habilidades e do seu jetpack para atravessar rapidamente o terreno, o que mostra como o sistema de movimento revisado funciona, fazendo você pular e deslizar atrás de um drone.

Este remake está disponível para Xbox One e PlayStation 4.

_____________________________________________________________________________

Se você gostou, não deixe de participar através de sugestões, críticas e/ou dúvidas. Aproveitem para assinar o Blog, curtir a Página no Facebook, interagir no Grupo do Facebook, além de acompanhar publicações e ficar por dentro do Projeto Universo NERD, de sorteios, concursos e demais promoções.

Tags:
Reinaldo Vargas

Professor, Streamer, Parceiro do Facebook Gaming e ArenaXbox.com.br, Idealizador do UniversoNERD.Net e Xbox Ambassador.

Postar um comentário