NEWS!

Coringa: A História por trás do Palhaço

Coringa: A História por trás do Palhaço

Olá, queridos leitores. O assunto de hoje é, na verdade, um “esquenta” para o lançamento do filme “Coringa”, que será no próximo dia 03 de Outubro. Mas, vocês conhecem a verdadeira história do Coringa? Vamos conhecer?

Origem

“O coringa, de todas as cartas do baralho, é a única que pode ser o que for mais conveniente para a situação.”

Para quem não conhece ou nunca ouviu falar, o que eu duvido (rs), Coringa (Brasil), Joker (Portugal) ou The Joker (EUA), tem sua origem e nome verdadeiro desconhecidos, apesar dos relatos a respeito serem muitos.

A história mais conhecida é de que ele teria participado de uma tentativa de assalto à uma determinada Fábrica de Cartas de Baralho em Gotham City, disfarçado como outro criminoso. Há quem diga que seria o Capuz Vermelho, mas não se sabe ao certo. Supostamente, a invasão deu errado e ele foi perseguido pelo próprio Batman. Na fuga, cercado no alto de um tonel de produtos químicos, preferiu se atirar nele do que ser capturado pelo Cavaleiro das Trevas.

Capuz Vermelho 2 - Coringa: A História por trás do Palhaço

Porém, apesar de ter sobrevivido à imersão em produtos químicos, ficou com sérias sequelas: a pigmentação extremamente branca da pele, o cabelo verde e com uma deformação nos músculos faciais ligados à boca, dando um aspecto de “sorriso eterno”.

Coringa 1940 - Coringa: A História por trás do Palhaço

O choque foi tão grande ao perceber o estrago que causou a si mesmo, que o levou a se transformar em um assassino psicopata, se auto batizando de Coringa.

A partir desta versão, outras muitas surgiram. Algumas caminham juntas com a mais conhecida, outras se contrariam, mas o fato é que ninguém jamais comprovou nenhuma delas. Assim como o próprio vilão, tudo é muito confuso quando se fala na origem de Coringa. Como dito por ele em A Piada Mortal:

“… se eu vou ter passado, prefiro que seja de múltipla escolha…”

Detetive Comics #168

Este foi o primeiro conto a respeito da origem do vilão, quando foi revelado que ele e o Capuz Vermelho teriam sido a mesma pessoa. Na história, Coringa é um engenheiro químico muito habilidoso que ficou vigiando por um tempo a empresa que o contratou. Depois de conseguir roubá-la, frustrando Batman, ele teria caído acidentalmente no tonel de produtos químicos. Essa identidade dos dois personagens é confirmada em Batman #450, quando o vilão encontra o traje de capa e coloca para ajudar em sua recuperação. Mas, isso não é suficiente para comprovar a sua origem.

Em Batman: Gotham Knights #50-55, parte dessa versão é suportada. Mas, nele, uma testemunha afirma ter visto a mulher do Coringa sendo sequestrada e assassinada por um policial corrupto que trabalhava para os criminosos, a fim de forçar o assalto por parte do engenheiro. Coringa tenta encontrar o assassino, mas sua tentativa é frustrada. Nesse episódio, ele é identificado como Jack, dando uma pista inicial de seu nome.

A versão mais aceita foi contada na Graphic Novel citada acima, Batman: A Piada Mortal, escrita por Alan Moore, em 1988. Nela, o Palhaço do Crime era um químico que se demitiu do emprego na Fábrica de Cartas de Baralho para realizar seu sonho: ser comediante Stand-up. Porém, fracassa e se vê em uma situação financeira desastrosa, com sua esposa, Jeannie, grávida de seu filho.

Coringa piada mortal - Coringa: A História por trás do Palhaço

Em desespero, ele aceita assaltar sua ex-empregadora com a ajude de dois outros assaltantes. Um outro acidente terrível o levou a decidir praticar o roubo: sua esposa e seu filho morrem em um acidente doméstico. Desolado, ele decide, mais do que nunca, realizar o assalto, já que não tinha mais nada a perder. Como dito acima, porém, o roubo é frustrado.

Com tantas tragédias em um único dia, ele enlouquece e se transforma no assassino psicopata, Coringa.

Em uma outra versão, o Coringa era Joseph Kerr, uma criança que vivia isolada em seu mundo após a separação de seus pais. Seu pai, em um momento de fúria, vendo-o chorar, perguntou o porquê ele estava assim. Então, cortou sua boca, deixando-o com cicatrizes em ambos os lados. Ele se tornou uma criança violenta, criando várias confusões e machucando seus colegas de escola. Após ter sido expulso de 3 instituições, decidiu abandonar os estudos.

Mesmo sendo levado à instituições psiquiátricas, nunca mudou sua personalidade, sendo considerado louco por seu pai, que até o rejeitara como filho. Quando atingiu sua maioridade, fugiu de casa e a incendiou com seus pais dentro. Ninguém sabe ao certo qual foi seu paradeiro; alguns dizem que virou um ladrão de jóias chamado Jack Napier antes de se tornar o Coringa. No entanto, esta versão se torna um pouco inapropriada, mas ficou bastante conhecida por ter sido contada no filme The Dark Knight (O Cavaleiro das Trevas), vivida pelo Coringa de Heath Ledger.

Abaixo uma pequena cena do filme The Dark Night (O Cavaleiro das Trevas), com todos os créditos ao canal Universo de Heróis.

Existem muitas outras versões, sempre baseadas na segunda versão contada aqui. Por exemplo, em uma delas, o Coringa é um gângster sádico que virou líder de uma máfia poderosa. Teve um encontro fatídico com Batman em uma perseguição, que o levou a um acidente em que ficou desfigurado. No entanto, nesta versão, teria se curado e planejado seus crimes de maneira que parecessem o trabalho de uma mente doentia. Infelizmente, o relatório que explicava essa teoria teria sido escrito pela Dra. Harleen Quinzel, conhecida como Harley Quinn, ajudante e amante insana do Coringa, perdendo toda a credibilidade em um tribunal.

Dadas tantas teorias, o fato é que quando se trata do Coringa, nada é certo.

O Personagem

O Coringa é um humano comum, sem super poderes especiais aparentemente. Apesar de apresentar uma força e resistência sobrenaturais, pertinentes à pessoas insanas em alguns momentos, assim como seu arqui-inimigo Batman, ele também é perito em artes marciais e técnicas de luta. Porém, sua grande arma não se origina de sua força e habilidades físicas, mas sim, de sua intelectualidade.

Possui um conhecimento absurdamente vasto nas áreas da ciência, principalmente em química. Apesar de desequilibrado mentalmente, ele possui habilidades e estratégias geniais. Mestre da improvisação, possui habilidades excelentes na arte da fuga, mantendo seus objetivos e ataques de forma imprevisível.

Sua arma mais conhecida é o Gás do Riso, um gás tóxico que leva a vítima à morte instantânea, deixando a pele pálida e os músculos faciais esticados, caracterizando-a com sua marca registrada. Usa também flores de lapela que esguicham ácido e luvas que dão choques de tensão mortal.

O Antes e o Depois do Coringa

O Coringa pré-Crise, por volta de 1940, era resumido a um ladrão de joalheria que matava as pessoas presentes no assalto. Ele sempre aparentava morrer, mas seu corpo nunca era encontrado. Graças ao Code Comic Authority (associação que cuida da censura dos personagens dos quadrinhos), o Coringa voltou a ter uma versão mais próxima do original em 1973, quando um Coringa mais maníaco, homicida e obcecado pelo Batman, foi criado.

Coringa ldrão de joias - Coringa: A História por trás do Palhaço

Esta versão do Coringa foi responsável pela separação da dupla Batman e Robin, após balear o jovem Robin no ombro e quase matá-lo. Batman decide, então, se separar do garoto, com medo de perdê-lo em combate, levando-o a se juntar aos Novos Titãs.

Já o Coringa pós-Crise ficou descrito como um psicopata cruel e perigosíssimo, com um toque exagerado de anarquia, levando-o a ser imprevisível.

Coringa pós crise 1 - Coringa: A História por trás do Palhaço

Seu único objetivo, na verdade, é causar dor e morte às pessoas, sempre rindo da desgraça alheia, principalmente se o alvo for o Batman. É inteligente e perigoso a ponto de não perdoar quem o menospreza.

Os Principais Crimes

  • O assassinato de Jason Todd, o segundo Robin;
  • A paralisia de Barbara Gordon, a Batgirl original;
  • A tentativa de homicídio contra o detetive Gordon;

Insanidade Fora do Controle

Não posso escrever este artigo e não citar o que, para mim, foi uma das melhores representações do Coringa no cinema: o papel desempenhado pelo falecido ator Heath Ledger, em Batman, o Cavaleiro das Trevas.

O fato que levou o ator à morte, que segundo os médicos, foi o abuso de medicação prescrita, teria sido por uma carga excessiva que o personagem exigiu dele? A pressão de representar uma figura tão insana, teria levado o ator à insônia? Mesmo ninguém sabendo o verdadeiro motivo que o levou ao uso excessivo de medicações, a representação do personagem, para mim, foi perfeita.

Mas, confesso que estou bem intrigada com o filme que será lançado em poucos dias pois, segundo o trailer que vi, o grau de sanidade e insanidade apresentadas juntas, me deixaram perplexa. Então, acho que valerá muito a pena conferir. E vocês, o que acham?

O filme estreará no dia 03 de Outubro, com a pré-estréia em alguns cinemas no dia 02. Espero que vocês curtam, assim como eu espero gostar também. Deixo para vocês, para encerrar, o trailer do filme, com a belíssima trilha sonora, Smile, composta por Charles Chaplin.

Até a próxima!

_______________________________________________________________________________

Se você gostou deste artigo, não deixe de participar através de sugestões, críticas e/ou dúvidas. Aproveitem para conhecer o Blog, curtir a Página no Facebook, interagir no Grupo do Facebook, além de acompanhar publicações e ficar por dentro do Projeto Universo NERD, de sorteios, concursos e demais promoções.

Tags:
Paula Souza

É Editora e Autora do UniversoNERD.Net, Professora de Língua Portuguesa e Inglesa, amante de leitura e Literatura, além de gamer nas horas vagas.

Postar um comentário