NEWS!

Dia Internacional Da Mulher: Homenagem À Nós!

Dia Internacional Da Mulher: Homenagem À Nós!

Olá, Queridos leitores,

Como todos nós já sabemos, o Dia Internacional da Mulher é comemorado no dia 08 de Março. Mas, nem sempre foi assim. Todos sabem que preconceito é um marco presente na vida da humanidade e a mulher não ficou de fora … em razão desse preconceito sofreu perdas muito grandes. Hoje, a data virou muito mais comercial e, muito pouco é lembrado das conquistas adquiridas pelas mulheres ao longo da História.

Vamos recordar um pouco?

Essa data é o resultado de uma série de reivindicações que tiveram inicio na metade do século XIX e se arrastaram às primeiras décadas do século XX, por direitos sociais, políticos e condições de trabalho dignas às mulheres. Teve origem nos Estados Unidos da América e, aos poucos, se propagou ao redor do mundo.

No dia 08 de março de 1857, trabalhadores de uma indústria têxtil em Nova Iorque fizeram greve em reivindicação à melhores condições de trabalho e igualdade de direitos trabalhistas. O movimento foi reprimido de forma violenta pela polícia. Em 08 de Março de 1908, trabalhadoras do comércio de agulhas de Nova Iorque fizeram uma manifestação para relembrar o movimento de 1857 e, além disso, exigiram o direito ao voto e o fim do trabalho infantil. Mais uma vez, o movimento foi reprimido de forma violenta pela polícia. No dia 25 de Março de 1911, 145 trabalhadores (maioria mulheres) morreram queimados em um incêndio, em uma fábrica de tecidos em Nova Iorque, devido à falta de segurança e às condições precárias de trabalho. Devido à esse incidente trágico, foram feitas várias mudanças nas leis trabalhistas e de segurança do trabalho, gerando melhores condições de trabalho a todos os trabalhadores norte-americanos.

No ano de 1910, durante a Segunda Conferência Internacional das Mulheres Socialistas em Copenhaga, a líder socialista alemã Clara Zetkin propôs a instituição de uma celebração anual da luta pelos direitos das mulheres. Assim, surgiu o Dia Internacional da Mulher. Durante os 5 primeiros anos, comemorou-se no dia 28 de fevereiro. Somente após esse período, a data ficou estabelecida no dia 08 de Março.

Mas, após tantas datas e fatos históricos, qual era realmente o objetivo dessa comemoração anual? Muito simples: era não apenas comemorar, mas, realizar conferências, debates e reuniões para defender o papel da mulher na sociedade. O esforço é tentar diminuir e, talvez um dia terminar, com o preconceito e a desvalorização da mulher. Embora com tantos avanços e, apesar de muito ter sido conquistado, as mulheres ainda sofrem com desvantagens na carreira profissional, violência masculina, salários baixos entre outros abusos. Muito ainda tem que ser modificado. E, apesar de uma pequena parcela da população mundial ainda defender esse propósito inicial, como já disse lá no início, a data virou muito mais comercial.

No Brasil …

No Brasil, existe a comemoração do Dia Nacional da Mulher, que é em 30 de abril. Não é uma data muito difundida, mas foi criada em homenagem à Jerônyma Mesquita, líder do movimento feminista no Brasil e fundadora do Movimento Bandeirante.

Existe um marco, na história da mulher brasileira: no dia 24 de março de 1932 foi instituído o voto feminino. As mulheres conquistaram, não só o direito de votar, mas de serem eleitas para cargos no executivo e legislativo. Além disso, com a reforma da Constituição, no governo Getúlio Vargas, as mulheres ganharam os mesmos direitos trabalhistas dos homens.

No Mundo …

No período de 1788 à 1951, em vários lugares no mundo, as manifestações pelos direitos da mulher existiram e foram grandes marcos nas conquistas das mulheres na história da humanidade. Por exemplo, em 1951, a Organização Internacional do Trabalho (OIT) estabeleceu princípios de igualdade de remuneração entre homens e mulheres (para exercícios da mesma função).

Algumas Curiosidades:

– O Dia Internacional da Mulher é feriado nacional na China, Armênia, Rússia, Azerbaijão, Bielorrússia, Bulgária, Casaquistão, Quirguistão, Macedônia, Moldávia, Mongólia, Taijiquistão, Ucrânia, Usbequistão e Vietnã.

– O primeiro país da Era Moderna a garantir o direito de voto às mulheres foi a Nova Zelândia, em 1893. No mesmo ano, Elizabeth Yates se tornou prefeita de Onehunga, colônia britânica na Nova Zelândia. Ela foi a primeira mulher a exercer esse cargo em terras britânicas.

– Cerca de 70% das mães com filhos menores de 18 anos trabalham. Em 1975, esse número não chegava aos 47%. Até a segunda metade do século 20, as mulheres que trabalhavam fora de casa eram empregadas domésticas, costureiras, lavadeiras ou operárias, salvas raras exceções.

– Os dois maiores QIs já registrados pertencem a mulheres. O maior deles é da colunista e escritora americana Marilyn vos Savant, que entrou para o Livro dos Recordes com seu QI de 228 pontos.

– O primeiro romance da história, Genji Monogatari, foi publicado no Japão por volta do ano 1.000 d.C., por Murasaki Shikibu. Traduzida para dezenas de línguas, a obra é conhecida pela crítica que faz à vida na corte.

– A primeira mulher a ser eleita para governar um país na Era Moderna foi Sirimavo Bandaranaike, do Sri Lanka. Ela se tornou primeira-ministra da ilha em 1960 e foi reeleita em 1970.

– Em 2012, 17 países tinham mulheres como chefes de Estado. Esse número mais do que dobrou desde 2005.

– Esta data é celebrada também por homens. Apesar de ser um dia criado por mulheres e para mulheres, também muitos homens aproveitam este dia para honrar as lutas das mulheres e valores do feminismo.

– Desde 1996, a ONU atribui um tema especial ao Dia Internacional da Mulher. Este ano é Planeta 50-50 em 2030: Um passo decisivo pela igualdade de gêneros.

Para mim, como mulher, mãe, filha e profissional, acredito que em todos os dias devemos dar valor à figura feminina. Às nossas mães pelo empenho em nossas criações, muitas vezes abdicando de prazeres e diversões para que pudessem estar presente em nossas vidas, garantindo uma educação saudável e adequada à nossa formação pessoal; às nossas filhas pelos momentos de alegria e cumplicidade vividos desde o primeiro contato em nosso ventre; e às nossas amigas e colegas de trabalho, pois sabemos das dificuldades em conquistarmos nosso espaço na sociedade e no mundo, enquanto muitas de nós se divide entre obrigações profissionais e pessoais.

Esta é uma homenagem à todas nós!

Se você gostou deste post não deixe de registrar sua participação através de sugestões, críticas e/ou dúvidas. Aproveitem para assinar o Blog e o canal do YouTube, acompanhar nossas publicações e ficar por dentro do Projeto Universo NERD, de sorteios, concursos e promoções!

Tags:
Paula Souza

É Editora e Autora do UniversoNERD.Net. Professora de Língua Portuguesa e Língua Inglesa, amante de leitura e Literatura, além de gamer nas horas vagas.