NEWS!

Tempo Que Não Volta Mais

Tempo Que Não Volta Mais

Olá, queridos papais e mamães leitores. Tudo bem? Hoje estou aqui para um papo descontraído com vocês sobre um assunto muito importante, mas que cada vez mais está sendo negligenciado:…

… quanto tempo passamos com os nossos filhos.

Vocês já se perguntaram quanto tempo passam com seus filhos? Mas, quando falo de “passar um tempo”, digo, passar mesmo, com qualidade, total atenção e dedicação…

… sem ser interrompido por uma ligação de trabalho, ou uma mensagem no WhatsApp, ou ir a um evento escolar por obrigação. Tempo de verdade: sentar para assistir alguma coisa na TV, nem que seja aquele desenho que você ache chato demais (rs), ou dar um passeio em um parque e conversar ou rir de alguma bobagem, brincar de bolha de sabão no quintal, montar uma cabana no quarto com o cobertor da cama, tirar uma tarde só para ficar de preguiça, entendem? Tempo com qualidade e não somente com quantidade!

Muitas pessoas confundem e, quando digo isso, não estou criticando ninguém, até porque se tem algo que aprendi, é que não sou ninguém para julgar as pessoas ao meu redor. Cada um sabe de sua situação e condição. Porém, o que vejo acontecer com frequência e, acho muito triste, é a “lei da compensação”. Não posso passar mais tempo com meu(s) filho(s), então compro presentes para ganhar seu afeto. Papais e mamães de plantão: não façam isso! Vocês não tem noção, do quanto seus filhos esperam você chegar, para poder te abraçar e te dar boa noite e, talvez, contar alguma coisa de seu dia. São seres tão frágeis e que nos observam o tempo inteiro. Sentem nossa tristeza, preocupação, alegria e principalmente, nosso amor.

São “esponjinhas”… E quando achamos que não nos entendem, nos surpreendem com a “elasticidade” de sua compreensão e com sua capacidade de nos perdoar, amar e de dar inúmeras chances.

Confesso a vocês que o último mês não foi muito fácil para mim, pois não estou trabalhando. Mas, não pensem que fiquei triste. No começo, sim, claro. Mas hoje, encaro da seguinte forma: estou tendo uma segunda chance de passar um tempo com meus filhos e, dessa vez, realmente aproveitar o que eles têm para me oferecer. São criança lindas e inteligentes, que tem mais para me ensinar do que eu jamais imaginei e também precisam de mim, de um jeito que eu nunca imaginei também. E isso, caro leitor, não tem preço.

Gosto muito de uma figura que considero importantes em questão de educação: Mário Sérgio Cortella, filósofo, escritor, educador, palestrante e professor universitário brasileiro. Espero, um dia, ter a oportunidade de conhecer ou assistir alguma palestra dele ao vivo. Em uma de suas apresentações, fala sobre o tempo que dedicamos aos nossos filhos e o significado da palavra “prioridade”.

Assistam o vídeo, do Canal Guia Saúde Dominada, que é bem curtinho e muito interessante:


Mas, como ensinar valores se não nos dedicarmos a um tempo com nossos filhos? Como viram no vídeo, muitas vezes, não conhecemos nossos filhos, mas é fundamental não deixar essa afinidade desaparecer.

Por isso, convido a todos vocês a pensarem sobre o tempo que cada um têm passado com seus filhos: uma ida ao parque, uma conversa, um passeio, enfim… coisas simples mas importantes para eles!

Acreditem, não existem melhor presente para seus filhos que passar um tempo com vocês, pais.

Pensem nisso e reflitam!

______________________________________________________________

Se você gostou deste artigo, não deixe de participar através de sugestões, críticas e/ou dúvidas. Aproveitem para assinar o Blog, curtir a Página no Facebook, interagir no Grupo do Facebook, além de acompanhar publicações e ficar por dentro do Projeto Universo NERD, de sorteios, concursos e demais promoções.

< x >

Tags:
Paula Souza

É Editora e Autora do UniversoNERD.Net, Professora de Língua Portuguesa e Inglesa, amante de leitura e Literatura, além de gamer nas horas vagas.