NEWS!

Saiba O Que É A Computação Em Nuvem

Saiba O Que É A Computação Em Nuvem

A tecnologia de “Computação em Nuvem” já está entre nós e segue ganhando destaque em várias áreas do conhecimento. Eu sou um entusiasta desta tecnologia e fico fascinado para conhecer e discutir diversas possibilidades de aplicações. É justamente por isso, que resolvi escrever dois artigos sobre o tema com focos diferentes: este primeiro abordando sobre a tecnologia e informando alguns detalhes de seu funcionamento, aplicações e curiosidades e um segundo, onde abordo sobre a tecnologia de computação em nuvem que a Microsoft vem se destacando e investindo fortemente no setor de games (link no final deste texto).

Se você deseja ou tem curiosidade de entender como a tecnologia de computação em nuvem funciona, te convido a seguir a leitura deste artigo e discutir comigo sobre as possibilidades de aplicações, além de como isso irá alterar a forma de comercialização de serviços e produtos no geral. Este texto é um guia para iniciantes e foi escrito para auxiliar na compreensão desta tecnologia interessante.

A tecnologia de computação em nuvem

Antes de começar, é interessante sabermos que a computação em nuvem é o fornecimento de serviços como servidores, armazenamento, bancos de dados, rede, software, análise e muito mais, tudo pela internet (por isso o termo “nuvem”). As empresas que oferecem esses serviços de “computação em nuvem” são denominadas provedoras de nuvem e costumam cobrar pelos serviços em nuvem com base em seu uso, da mesma forma que somos cobrados pela conta de energia elétrica ou de água em nossas residências.

Podemos até dizer neste momento que provavelmente já estamos usando computação em nossos dispositivos (aparelhos) que estão conectados na internet, mesmo sem perceber. Se você usa um serviço online para enviar e-mail, editar documentos, ver filmes ou TV, ouvir música, jogar ou armazenar fotos e outros arquivos, é provável que a computação em nuvem esteja sendo aplicada possibilitando um melhor funcionamento. Os primeiros serviços de computação em nuvem têm somente cerca de uma década, mas diversas organizações, tanto de pequeno porte, como as grandes corporações, desde agências do governo a até mesmo empresas sem fins lucrativos, estão adotando essa tecnologia por diversos motivos.

Vamos entender algumas coisas que podemos fazer com a tecnologia de computação em nuvem:

  • Desenvolver aplicativos e/ou serviços
  • Armazenar, fazer backup e recuperar dados;
  • Hospedar sites/blogs na web;
  • Transmitir conteúdos com áudio e vídeo;
  • Fornecer software sob demanda;
  • Analisar dados para padrões e fazer previsões.

Com base na pequena lista acima, percebemos que a computação em nuvem é uma grande mudança na forma tradicional que as empresas pensam com relação aos recursos de tecnologia da informação (TI). Mas então o que há de diferente na computação em nuvem? Por que a computação em nuvem é tão interessante?

Podemos começar informando que a tecnologia elimina o gasto capital que está ligado à compra de hardware e software e na instalação e execução de datacenters locais, eletricidade com disponibilidade permanente para energia e resfriamento e especialistas de TI para gerenciamento da infraestrutura. E isso, de fato, pode impulsionar negócios voltados para o mercado de serviços online.

A maior parte dos serviços de computação em nuvem é atualmente fornecida sob demanda, para que até grandes quantidades de recursos de computação possam ser provisionadas em minutos, normalmente com apenas alguns cliques, fornecendo às empresas muita flexibilidade e diminuindo gastos.

Alguns dos benefícios que podemos citar dos serviços de computação em nuvem incluem a capacidade de dimensionamento, que em termos de nuvem, significa fornecer a quantidade correta de recursos de TI. Como exemplo, temos a energia necessária para realizar a computação, armazenamento e largura de banda, quando necessário e no local geográfico de interesse. E um ponto interessante é que a computação em nuvem exclui a necessidade de muitas tarefas serem destinadas as equipes de TI, fazendo com que esses profissionais possam usar o tempo para alcançar metas de negócios mais importantes.

Os maiores serviços de computação em nuvem são executados em uma rede mundial de datacenters e instalados de forma segura, são atualizados regularmente com a mais recente geração de hardware visando sempre velocidade e eficiência. Isso oferece diversos benefícios em um único datacenter corporativo, incluindo latência de rede reduzida para aplicativos e mais economia de escalonamento.

Além disso, a tecnologia facilita e reduz os custos de backup de dados, recuperação e continuidade dos negócios, já que os dados podem ser espelhados em diversos sites na rede do provedor de nuvem.

Tipos de serviços da computação em nuvem

A maioria dos serviços de computação em nuvem são classificados em três principais categorias: IaaS (infraestrutura como serviço), PaaS (plataforma como serviço) e SaaS (software como serviço). Às vezes, estes serviços são denominados “pilha de computação em nuvem“, pois são compilados um sobre o outro.

O IaaS é a categoria mais básica, onde se aluga infraestrutura de TI, servidores e VMs (máquinas virtuais), armazenamento, redes e sistemas operacionais, de um provedor de nuvem em uma base pré-paga.

O PaaS se refere aos serviços que fornecem um ambiente sob demanda para desenvolvimento, teste, fornecimento e gerenciamento de aplicativos de software. Foi projetado para facilitar aos desenvolvedores a criação de aplicativos rapidamente, sem se preocupar com a configuração ou o gerenciamento da infraestrutura de servidores, armazenamento, rede e bancos de dados.

O SaaS pode ser entendido como um método que fornece aplicativos pela Internet, sob demanda e, normalmente, em uma base de assinaturas. Neste caso, os provedores de nuvem hospedam e gerenciam o aplicativo e a infraestrutura relacionada e fazem manutenções, como atualizações de software e patchs de segurança. Os usuários conectam o aplicativo pela internet, normalmente com um navegador em seu smartphone, tablet ou PC. É a “internet das coisas” cada vez mais presente!

Tipos de implantação da computação em nuvem

Há três maneiras diferentes de implantar a computação em nuvem: na forma pública, privada e híbrida.

As nuvens públicas são de propriedade de um provedor de serviços de nuvem de terceiros e operadas por ele, que por sua vez fornecem recursos de computação, como servidores e armazenamento pela internet. Com uma nuvem pública, todo o hardware, software e outras infraestruturas de suporte são de propriedade e gerenciadas pelo provedor de nuvem e você acessa esses serviços e gerencia sua conta usando um navegador da Web. O Microsoft Azure é um exemplo de nuvem pública.

As nuvens privadas se referem aos recursos de computação usados exclusivamente por uma determinada empresa ou organização e pode estar localizada fisicamente no datacenter da empresa. Algumas empresas também pagam provedores de serviço de terceiros para hospedar sua nuvem privada.

As nuvens híbridas combinam nuvens públicas e privadas ligadas para permitir que dados e aplicativos sejam compartilhados entre elas, dando flexibilidade aos negócios e mais opções de implantação.

Mas como a computação em nuvem funciona de fato?

Bem, caros leitores… Podemos dizer, após o que foi abordado no texto e de forma resumida, que a tecnologia de computação em nuvem, que as aplicações e serviços de um modo geral terão pedaços de seu código instalados localmente e carregarão outros pedaços de um servidor na nuvem. Alguns já fazem isso e estão em fase de crescimento, mas certamente será tendência de todos no futuro.

É interessante dizer que todos os serviços de computação em nuvem funcionam de forma um pouco diferente, dependendo do provedor, mas muitos fornecem um painel amigável baseado em navegadores de Web que facilita aos profissionais de TI e desenvolvedores solicitar recursos e gerenciar suas contas. Alguns recursos de computação em nuvem também são criados para funcionar com APIs (Interface de Programação de Aplicação) e CLI (Interface de Linha de Comando), fornecendo diversas opções aos desenvolvedores.

A Microsoft é atualmente a provedora global líder de serviços relacionados com a tecnologia de computação em nuvem para empresas de todos os tamanhos.

E você, caro leitor, o que acha da tecnologia de computação em nuvem?

Se gostou deste artigo, não deixe de conferir “A Computação Em Nuvem E O Futuro Dos Games“, publicado nesta mesma data na coluna “Games E Tech Com Reinaldo” do Portal XPGG.

Você pode encontrar o Reinaldo, autor deste post, também no Twitter e no Facebook.

Aproveite para acompanhar o trabalho do autor na “Coluna Games e Tech com Reinaldo” no Portal XPGG … 🙂

_________________________________________________

Se você gostou deste post, não deixe de participar através de sugestões, críticas e/ou dúvidas. Aproveitem para assinar o Blog, curtir a Página no Facebook, interagir no Grupo do Facebook, além de acompanhar publicações e ficar por dentro do Projeto Universo NERD, de sorteios, concursos e demais promoções.

< x >

Tags:
Reinaldo Vargas

É Idealizador e Autor do UniversoNERD.Net. Gamer desde o Atari 2600, Streamer, Blogueiro e Professor Universitário de profissão e paixão. Sempre informado sobre games, tecnologia, ciência e ensino. Um Xbox Gamer, Insider e Preview, adora a Bethesda e a Rock Star e ama produzir conteúdo. Gamertag: reavargas