NEWS!

A Futura Pele Artificial Magnética Que Permitirá Sentir Objetos Reais E Virtuais

A Futura Pele Artificial Magnética Que Permitirá Sentir Objetos Reais E Virtuais

Quem nunca se imaginou tentando manipular objetos sem chegar a encostar ou simplesmente assistiu algo parecido em um filme de ficção científica? Bem, caros leitores… já ouviram falar da “pele artificial magnética“? O que parece ficção ou está em nossa imaginação poderá se tornar realidade em breve graças a um grupo de pesquisadores alemães. É certo que isso terá diversas aplicações, como medicina, engenharia, ensino, além de outras… E sim! Até no mundo dos games com novos dispositivos de realidade aumentada.

O sucesso estrondoso do game Pokémon GO popularizou o conceito de realidade aumentada, que pode ser definida como sendo a percepção gerada por computador misturando os mundos real e virtual. Até agora, esses aplicativos têm-se restringido a métodos ópticos para a detecção de movimento. Entretanto, uma equipe de pesquisadores desenvolveram um sensor magnético ultrafino, que pode ser usado sobre a pele, permitindo uma manipulação sem toque tanto de objetos físicos quanto virtuais. Acredite!

A estrutura composta de uma membrana polimérica com componentes metálicos também está sendo conhecida como “pele eletrônica” e pode entrar na categoria emergente das tatuagens eletrônicas, pois junto com às conexões metálicas estão minúsculos sensores capazes de detectar campos magnéticos.

Segundo Gilbert Santiago Bermúdez, do Centro Helmholtz de Dresden, na Alemanha:

Nossa pele eletrônica rastreia o movimento de uma mão, por exemplo, alterando sua posição com relação ao campo magnético externo de um ímã permanente. Isso não só significa que podemos digitalizar suas rotações e traduzi-las para o mundo virtual, mas também podemos influenciar os objetos.

Sobre a pele artificial magnética

Este trabalho está sendo considerado como pioneiro e já se encontra na fase de testes e evolução constante. Como professor universitário na área de engenharia e tecnologia há quase uma década, além de pesquisador na época de mestrado e doutorado, fico muito animado quando me deparo com pesquisas e projetos que envolvem propriedades dos materiais para avanços tecnológicos.

A equipe já fez diversas demonstrações, incluindo controlar uma lâmpada virtual na tela do computador sem tocar na lâmpada ou em seus controles. Para isso, um ímã permanente colocado em uma estrutura de plástico na forma de um anel emula um seletor (ver imagem abaixo), como o botão de um dimmer que controla a luminosidade de uma lâmpada ou um botão de volume. O ângulo entre o sensor na pele eletrônica e o seletor virtual funciona com um parâmetro de controle que modula a intensidade da lâmpada.

Segundo o professor Denys Makarov:

Codificando ângulos entre 0 e 180 graus, de modo que correspondam a um movimento da mão ao ajustar uma lâmpada, criamos um dimmer e o controlamos com um movimento de mão sobre o ímã permanente.

pele artificial magnetica figura 1 - A Futura Pele Artificial Magnética Que Permitirá Sentir Objetos Reais E Virtuais

Representação do sensor em pequena escala sendo testado em laboratório.

A equipe alemã acredita que essa técnica fornece uma alternativa simples e barata para interagir com o mundo virtual e também com o físico de uma forma que não é possível com as tecnologias atuais, que, para capturar o movimento do corpo por meios ópticos, exigem câmeras adequadas, acelerômetros e um poder de processamento significativo. E o professor Makarov ainda destaca:

Como nossas folhas de polímero não têm nem mesmo três micrômetros de espessura, você poderá facilmente usá-las em seu corpo. Apenas a título de comparação: um cabelo humano normal tem aproximadamente 50 micrômetros de espessura.

Com a evolução desta tecnologia, imaginem quantas aplicações surgirão nas mais diversas áreas do conhecimento humano. Agora, no mundo do entretenimento, poderemos tocar e até mesmo sentir os Pokémons ou personagens e elementos de diversos outros jogos ou experiências do tipo.

_________________________________________________

Fonte: Magnetosensitive e-skins with directional perception for augmented reality. Gilbert Santiago Cañón Bermúdez, Dmitriy D. Karnaushenko, Daniil Karnaushenko, Ana Lebanov, Lothar Bischoff, Martin Kaltenbrunner, Jürgen Fassbender, Oliver G. Schmidt, Denys Makarov. Science Advances. DOI: 10.1126/sciadv.aao2623

Se você gostou deste post, não deixe de participar através de sugestões, críticas e/ou dúvidas. Aproveitem para assinar o Blog, curtir a Página no Facebook, interagir no Grupo do Facebook, além de acompanhar publicações e ficar por dentro do Projeto Universo NERD, de sorteios, concursos e demais promoções.

< x >

Tags:
Reinaldo Vargas

É Idealizador e Autor do UniversoNERD.Net. Gamer desde o Atari 2600, Streamer, Blogueiro e Professor Universitário de profissão e paixão. Sempre informado sobre games, tecnologia, ciência e ensino. Um Xbox Gamer, Insider e Preview, adora a Bethesda e a Rock Star e ama produzir conteúdo. Gamertag: reavargas