NEWS!

Netflix E A “Receita Mágica” De Sucesso

Netflix E A “Receita Mágica” De Sucesso

E aí, caros nerds de plantão? Tudo bom convosco? Cá estou novamente para conversar sobre algo que, confesso, vem me deixando um tanto quanto preocupado. Há pouco tempo, publiquei uma crítica que abordava sobre a tendência do cinema americano em fazer remakes, dada sua atual falta de criatividade. Desde então, isso mudou, porém, a essência em fisgar o público pelo saudosismo, continua a mesma.

Nesse quesito, a campeã mundial entre as produtoras e distribuidoras cinematográficas, sem dúvida alguma, é a nossa tão idolatrada Netflix, uma das “utilidades” já consumada entre os maiores vícios do século XXI. Já reparam que grande parte de suas séries originais que atualmente fazem sucesso, segue uma receita bastante previsível para atingir tal status? Ah, não reparou?! Vamos lá, então! Anote aí:

Junte os ingredientes a gosto (atores e roteiro), remeta os ingredientes às décadas de 1970 ou 1980 (preferencialmente 1980), tempere com bastantes músicas dessas épocas e outros elementos saudosistas que certamente fazem parte da memória daqueles que estarão assistindo, cozinhe no hype por 3 ou 4 seasons. Sirva frio e seco. Obs: Dá para 10 porções/episódios.

Chatice minha, caro nerd que decidiu continuar essa leitura? Eis as provas:

Narcos

narcos - Netflix E A “Receita Mágica” De Sucesso

Nascida da parceria entre a Netflix e uma produtora colombiana, a série, em suas duas primeiras temporadas, traz aos fãs desses dois países boas memórias musicais, dada a sua riquíssima trilha sonora, além de relembrar momentos históricos marcantes gerados pela nem tão saudosa guerra promovida pelo narcotráfico, mas que, mesmo assim, é um assunto que interessa à muita gente. Aposta de sucesso garantido!

Stranger Things

stranger - Netflix E A “Receita Mágica” De Sucesso

Aqui, a “apelação” com a trilha sonora é ainda mais perceptível. Nas duas temporadas, as músicas utilizadas nos episódios são escolhidas a dedo, mostrando o que havia de melhor e mais influente na década de 1980, tal como The Clash, Echo & The Bunnymen, David Bowie, entre tantas outras feras da música. Já o roteiro, é visivelmente influenciado por grandes obras da época, criadas, principalmente, pelos gênios Steven Spielberg, Stephen King e John Carpenter. Alguma dúvida do sucesso? Batata!

Glow

glow - Netflix E A “Receita Mágica” De Sucesso

Mais uma vez, a trilha sonora, composta de grandes sucessos das bandas de rock dos anos 1980, e a ambientação feita nessa época tão rememorável, por si só, já teriam grandes chances de garantir sucesso à série. Não contentes com esses elementos, seus criadores adicionaram um toque de humor e MUITAS mulheres bonitas. Aí já sabe, não é mesmo, caro nerd?

Mindhunter

mindhunter 0 - Netflix E A “Receita Mágica” De Sucesso

Na lista, é a série que mais me agrada. No entanto, não há como negar que grande parte do sucesso se deve ao fato de ser ambientada no final dos anos 1970, possuir trilha sonora que relembra a época (David Bowie, Led Zeppelin, Talking Heads, por exemplo) e, principalmente, pelos protagonistas entrevistarem e caçarem serial killers daquele tempo. Certamente, um prato cheio para muita gente. Inclusive para mim.

Dark

dark - Netflix E A “Receita Mágica” De Sucesso

A queridinha do momento é alemã. Ao contrário de todas da lista, é ambientada no presente, porém, valendo-se do tema “viagem no tempo”, boa parte de seus acontecimentos se passam na década de 1980, a fim de que os mistérios sejam desvendados. Por mais uma vez, a trilha sonora predominante é a do passado, agora, não só em língua inglesa, mas também em alemão, idioma oficial da obra. Por fim, é inegável que o enredo, assim como Stranger Things, possui fortes influências de autores de renome, principalmente Sthephen King.

E então, meu insistente nerd leitor? Por meio dos exemplos que citei neste post, você concorda comigo? E olha que têm muitos outros! Resolvi, desta vez, pegar no pé apenas da Netflix, mas se olhar para as outras streamers ou distribuidoras em geral, verás que tenho razão.

Minha intenção não é apenas ser chato e criticar apenas por criticar, mas sim, alertar a galerinha inteligente da nossa comunidade para que se atente quanto a isso, porque senão, acaso não haja reclamação ou ao menos questionamentos sobre a questão da criatividade nos seriados, as produtoras continuarão a nos servir sempre a mesma receita, já que para eles é extremamente rentável.

Me responda aí? Você não está de saco cheio de filmes chatos de super heróis? Ainda tem fôlego para ficar assistindo remakes? Já não se cansou desse saudosismo exagerado dos anos 1980? Não prefere ideias e temas novos? Pois então… Manifeste-se!

_________________________________________________

Se você gostou deste post, não deixe de participar através de sugestões, críticas e/ou dúvidas. Aproveitem para assinar o Blog, curtir a Página no Facebook, interagir no Grupo do Facebook, além de acompanhar publicações e ficar por dentro do Projeto Universo NERD, de sorteios, concursos e demais promoções.

Tags:
Lukas Melo

É Editor e Autor do UniversoNERD.Net. Profissional da área de EaD, aficionado por RPG, hardware e cinema. Porém, não nega outras nerdices.